06 abril 2006

O Concelho de Mangualde perde voz efectiva na Região de Turismo Dão Lafões

Sara Vermelho, vereadora social-democrata na Câmara de Mangualde, foi preterida do lugar de efectiva que lhe tinha sido distribuído na anterior lista para a Região de Turismo Dão Lafões, fazendo agora parte da lista como suplente.
A vereadora Mangualdense, perdeu assim um lugar com grande visibilidade que lhe tinha sido proposto pelo anterior Presidente João Matias, que, por motivos de saúde, nunca veio a assumir o cargo.
A única lista para a RTDL é liderada pelo Vereador de São Pedro do Sul Adriano Azevedo, que escolhe para a sua direcção, Guilherme Almeida, Vereador na C.M. de Viseu, Joaquim Lacerda, Ex. Governador Civil da Guarda que já faziam parte da anterior lista. Dois nomes novos são escolhidos para membros efectivos da lista, Jorge Silva, Empresário de Hotelaria e José Ernesto Silva, Presidente da Junta de Freguesia de Vila Chã de Sá – Viseu. Estes dois últimos nomes foram escolhidos por Adriano Azevedo, retirando assim o lugar de Sara Vermelho, Vereadora no Município Mangualdense.
Se a anterior lista vencedora reunia as vontades dos autarcas da região que lideram municípios sociais-democratas. Nesta lista, única a sufrágio, faltou poder negocial por parte do executivo Mangualdense, para conseguir manter uma voz mais activa dentro da Região de Turismo Dão Lafões.
Neste acto eleitoral, vão votar as 12 autarquias que constituem a RTDL e ainda os representantes dos hotéis, restaurantes, agências de viagem, carros de aluguer sem motorista, associações de folclore, sindicato e ainda um representante do Ministério da Economia e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

7 comentários:

BlueShell disse...

Olha...é pena! Gostava que a Sara estivesse como efectica! Mas que inferno!!!

Jinhos, BShell

TSFM disse...

Então, mas havia outra lista a votos, ou não?

Terreiro disse...

Tens razão TSFM, em 9 de Fevereiro 2 listas se candidataram.
Uma liderada por Vítor Pires, ex-autarca de Penalva do Castelo, e outra por João Matias, ex-presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, que viria a ganhar com 13 votos dos 21 possíveis. No entanto, devido a doença prolongada, João Matias faleceu mesmo antes de tomar posse.
Os estatutos da RTDL, sublinham nestes casos a necessidade de novo processo eleitoral.
Agora só se apresentou uma lista a sufrágio. E foi nesta remodelação, que perdemos uma Mangualdense na posição de directora efectiva, para uma posição quase invisivel dentro da RTDL.

Abraços

Thiago Forrest Gump disse...

A moça é bonita. Pelo menos na foto.

marco disse...

e era gira,,sim senhora

Miguel disse...

È pena ...

Porque a srª vereadora até tem uma bela imagem!

Os votos de um BOM FDS!

Bjks da Matilde

Mocho disse...

e se fosse só isso Terreiro.
A pouca coragem de Soares marques e a dependência face ao PSD de viseu inviabilizou algo que seria possível.
Uma lista alternativa. Sabes com quem em primeiro lugar? Precisamente Sara Vermelho.Apoiada por quem ? Fácil de perceber não é?Em primeiro lugar por Mangualde.Mas o senhor Soares MArques resoveu pedir autorização ao poder do PSD.E mangualde perdeu