18 maio 2006

Comissão política do PS Mangualde, envia nota ao terreiro para divulgação

NOTA À COMUNICAÇÃO SOCIAL

CONTAS DE GERÊNCIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANGUALDE - 2005

Uma vez mais, e por ser da mais elementar justiça contar a Verdade aos Munícipes do Concelho de Mangualde, entendemos propor-vos uma análise sintética das contas apresentadas pela maioria do PSD.
1- A dívida, de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2005, aumentou cerca de 3.901.950€ (800.000 contos);
2- Da dívida total da CMM (17.845.000,00€ incluindo a dívida por conta do orçamento), 11.371.000,00 € são a fornecedores e empreiteiros, ou seja divida a curto prazo e que a C.M.M. deveria liquidar no prazo de um ano, como faria qualquer pessoa de bem e cumpridor dos compromissos assumidos; Mais, será de realçar o enorme esforço a que estão a ser sujeitas as empresas que confiaram na Câmara e que hoje são credoras de milhares de euros referentes a obra executada e não paga e sem qualquer expectativa séria de quando irão receber;
3- A Indústria, (aquisição de terrenos e infra estruturas) sendo área geradora de riqueza e de estabilidade social, absolutamente prioritária, foi alvo de um desinvestimento de 0 € ( não foi investido um cêntimo ) . Este acto fala por si! Será que este Executivo sabe que há 5 Zonas Industriais no Concelho, onde geram riqueza aproximadamente 70 Empresas? Qual o industrial, que além de não ver nenhum investimento no seu sector, não sentiu o peso do aumento da derrama?
4- Planos de Ordenamento do Território (Planos de Pormenor e de Urbanização), foi objecto de um desinvestimento de 0€ ( não foi investido um cêntimo ).
5- Porém, os munícipes estão a ser vítimas da taxas elevadas de Imposto Municipal sobre Imóveis (prédios rústicos e urbanos), por este Executivo ávido de dinheiro, sem saber onde o ir buscar senão à carteira dos contribuintes, e sem que daqui venha qualquer mais-valia de investimento para o Concelho.
6-Contudo, sem justificação que lhe valha, gasta este Executivo, por exemplo, 417.039,87€ (superior a 83.000 contos) em Publicidade e Propaganda. Onde? Como? Porquê? Para quê?
7- Em deslocações e estadas 54.771,02€ ( superior a 10.800 contos ).
8- Em aquisição de 100 fatos de treinos adquiridos em V. Nova de Famalicão, gastou este executivo a quantia de 12.200,00 €. Não havia quem os vendesse em Mangualde? E por preço inferior? A quem serve este tipo de aquisição? Será que estas verbas não davam para debelar algumas das inúmeras carências do nosso concelho?

Por análise destes dados, elementar concluir o que segue:
Em 1997 a dívida era de 3.220.000,00€ (644 mil contos);
Em 2005 a dívida é de 17.845.000,00€ ( superior a 3,6 milhões de contos).
O actual Presidente da Câmara dizia em 1997, em plena campanha eleitoral, que teria uma pesada herança para gerir. “Que irão dizer os vindouros, perante este panorama calamitoso???
Agora afirma que: “A situação financeira da Câmara é boa”, então porque não paga os subsídios atribuídos às Associações, às Juntas de Freguesia e as facturas aos fornecedores? O mesmo afirma à boca cheia que “os Mangualdenses estão-se “borrifando” para a dívida”. Nós afirmamos que temos que estar preocupados, pois os Mangualdenses são pessoas de bem e que honram os seus compromissos, não se podendo aceitar o epíteto de “caloteiros” em que o Sr. Presidente da Câmara nos quer transformar.

É evidente que este rol de consequências só tem uma justificação: Total incompetência na gestão dos dinheiros públicos, agravada por uma ausência total de um plano estratégico de desenvolvimento para o Concelho.
Não há Munícipe que não goste de ver contempladas áreas referentes à melhoria da qualidade de vida no seu Concelho. Contudo, nenhum munícipe verá nada disso porque a delapidação dos dinheiros públicos levou este executivo a uma situação de total ruptura económica.
Basta de desculpas com o passado e com o presente, os factos falam mais alto!
Só a título de exemplo e sobre algumas promessas, pergunta-se:
- Onde está a Revisão do P.D.M.;
- Onde estão a Requalificação e Construção de ETAR;
- Onde está a Central de Camionagem;
- Onde está a Requalificação do Mercado Municipal;
- Onde está o URBCOM;
- Onde está a Requalificação e Construção de Zonas Industriais;
- Onde está o Arquivo Municipal e a Casa da Cultura/Cine teatro;
- Onde está a Habitação Social;
- Onde estão as Variantes Sul e Norte;
- Onde está a requalificação/reflorestação do Monte da Sra. do Castelo.
Este executivo que lidera esta gestão diária com uma postura de irresponsabilidade, cumpriu o que não prometeu, aumentou os impostos aumentou a dívida pública e aumentou a despesa corrente.
Os problemas aumentaram, os que existiam não foram resolvidos, o futuro antevê-se muito pior! Há que pôr fim a esta ruinosa gestão!
Apesar de tudo, a Lei do financiamento local (verbas atribuídas pelo Estado) foi cumprida na totalidade neste Concelho…

11 de Maio de 2006

Comissão política do PS Mangualde
João Azevedo

3 comentários:

JL disse...

REALMENTE OS SOCIALISTAS PODEM MESMO FALAR DA TRISTE REALIDADE AUTARQUICA O QUE NAO PODEM E FALAR DA TRISTE REALIDADE DO PAIS.
GANHARAM AS ELEIÇOES DIZENDO Q IRIAM CRIAR 150000 POSTOS TRABALHO , NTA-SE O DESEMPREGO ESTA A AUMENTAR PROMETERAM NAO AUMENTAR OS IMPOSTOS FOI LOGOS NOS PRIMEIROS MESES IVA E ISP E OUTROS MAIS PORTAGENS VEEM AI AS DA A 23 EW DA VIA DO INFANTE AGORA JA EM JUNHO.
SRS SOCIALISTAS DE MANGUALDE TENHAM VERGONHA DO VOSSO DESGOVERNO QUE EU TAMBEM TENHO DO DESGOVERNO DA AUTARQUIA

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! video editing programs

Anónimo disse...

This is very interesting site... dvd player Vacuum cleaners hoover commercial evolutions of internet advertising Chrysler peeling paint outdoor bars furniture Guide ultracet ingredient Discount valtrex prescription Taper off zoloft to effexor shopping shoes http://www.gps-car-navigation-2.info brio handbags receipt printers Shortness of breathe after quitting smoking