10 outubro 2006

A Central de Camionagem de Mangualde

A coligação PSD-CDS/PP incluiu no programa apresentado aos eleitores nas Autárquicas de 2001, a construção de uma Central de Camionagem, dotada das estruturas necessárias ao bom acolhimento dos utentes. António Soares Marques, Presidente da Câmara, apresentou ao Executivo, na reunião de 24 de Fevereiro de 2003, o estudo para a construção da futura Central de Camionagem de Mangualde, a instalar em terrenos existentes na confluência da Circular Norte com a Av. da Senhora do Castelo, projecto que mereceu a aprovação da Câmara, por unanimidade.

Será pois esta a grande obra deste mandato, algo que os mangualdenses há muito mereciam.
In: Boletim Municipal, nº1, Dezembro de 2004

6 comentários:

Anónimo disse...

Não negue à partida uma ciência que desconhece!

TSFM disse...

Gostaria imenso de ver esta obra feita, e acreditem que particularmente conto não usufruir dela com a frequência de muitos.

sattelite disse...

Mangualde merecia de facto uma obra destas, mas ainda não é com este executivo que irá ser realizada.

Anónimo disse...

peço desculpa pela opinião negativista, mas acho que em Mangualde há muito onde gastar o dinheiro. Há escolas do 1º ciclo que necessitam ser pintadas há vários anos e não há verbas para isso, crianças que não tÊm recreio nos dias de chuva porque não há verbas para um coberto, crianças na eminencia de ficar sem vigilância na hora do recreio porque não há verbas para uma vigilante/auxiliar ou o que quer que lhe chamem. Creio que só investindo no futuro é que Mangualde poderá crescer e este passa essencialmente por se criarem as melhores condições para os homens e mulheres de amanhã.... Refiro-me em especial à escola de Abrunhosa do Mato caso que conheço, mais haverão de certeza. Provavelmente o investimento necessário para estas obras não dá sequer para pagar o projecto de arquitectura da dita central.

mocho disse...

mas esse mandato já terminou não foi.
E até me lembro de ouvir e ler vereadores a dizer que lhes mostraram uns papeis com uns rabiscos...
Bem já lá vao 3 anos e 7 meses...
Vai ser das tais .. ano de eleições

al cardoso disse...

Provavelmente ainda nao sera neste mandato, a nova lei das financas autarquicas, para o nosso interior so preve menos verbas.
E como sem o "pilim" nao se pode fazer obra, talvez se nao gastassem tanto em monumentos e obras de arte, talvez houvesse ou menos para os alicerces!