19 março 2010

Junta de Freguesia de Mangualde - "Quem não é visto, ...”



Com alguma regularidade, como calculam, tenho o cuidado de fazer uma visita aos sites de instituições públicas e privadas.
Gosto de apreciar uma boa página na internet, gosto de encontrar nelas esplanada boa informação e acima de tudo actualizada.

No caso das autarquias e juntas de freguesia, é muito importante a divulgação do seu movimento, actas de reuniões de câmara ou Junta e das Assembleias Municipais ou de freguesia, editais e outros documentos de interesse publico, etc, etc.

Neste meu périplo, dou conta, faz muitos meses, que a página da Junta de Freguesia de Mangualde não dignifica nada a terra que representa. A continuar assim, os fregueses desta freguesia, Mangualde, estão impedidos de, mais facilmente, terem conhecimento de como é que andam a ser geridos.

Ninguém é obrigado a ter uma página na internet, mas nos tempos que correm, penso ser uma mais-valia e uma prestação de serviço de excelência para a comunidade que deveriam servir. No entanto, sendo de todo impossível a actualização atempada deste sítio, era melhor acabar com ela. Pelo menos poupavam os 10 ou 30 euros que gastam nos domínios e registos todos os anos.

Desistindo da página oficial, não ficavam mal na fotografia, porque:

Quem não é visto, não é lembrado!” tanto para o bem como para o mal.

1 comentário:

as-nunes disse...

Concordo plenamente.

Infelizmente é uma prática muito comum. Até talvez seja propositado. Quanto menos se informar menos as pessoas se apercebem das trapalhices em que os seus representantes andam metidos. Ou na sua inércia. Ou mesmo na sua inépcia.

É lamentável. Pelo menos as actas da Junta, da Câmara e das respectivas assembleias deviam estar disponíveis a tempo e horas nos sites respectivos.

Doutra forma só temos acesso a esses documentos mediante requerimento.
Requerimento?! Então não temos o direito a saber o que é que andam a fazer das nossas coisas?