25 setembro 2006

Município de Mangualde deixa morrer 200 árvores

A autarquia de Mangualde para comemorar o dia da árvore, plantou no passado mês de Março 200 arvores no monte da Senhora do castelo e contou com a colaboração da Direcção Geral de Recursos Florestais e Rotary Club de Mangualde que, contribuíram, cada uma, com 100 árvores.



Na altura, crianças e jovens dos dois Agrupamentos Escolares de Mangualde – Ana de Castro Osório e Gomes Eanes de Azurara – em conjunto com os alunos da Escola Secundária Felismina Alcântara, deitaram mãos à obra e com muita animação e vontade de mostrar que também podem contribuir para que este dia tivesse um significado especial, plantaram árvores no Monte da Senhora do Castelo, respondendo em grande escala a mais uma iniciativa da Câmara Municipal de Mangualde.
A par da comemoração do Dia da Árvore e da Floresta, os alunos comemoraram ainda o Dia da Poesia, colocando um poema em cada árvore plantada e dando lugar ao Parque dos Poetas no Monte da Senhora do Castelo, inaugurado pelo Presidente da Câmara.
Hoje, passados seis meses já nada existe. Faz pena, faz dó, ver aquilo que era o “Parque dos Poetas” transformado numa espécie de “parque sem poesia”. Afinal, ali, as árvores não morrem de pé, estão caídas, esquecidas e desde cedo deixadas ao abandono. Os poemas “jazem” no chão, como os frágeis troncos das árvores apodrecem já sem vida.
A Câmara de Mangualde manifestou na altura, a sua preocupação para com as zonas verdes e mais acrescentou que estava a tentar «incutir nos mais jovens o interesse que devem demonstrar pelo meio ambiente. A esse propósito vale a pena referir os diversos projectos de reflorestação que a Autarquia tem vindo a desenvolver, com uma equipa a trabalhar dedicadamente nessa área.
Convidar cerca de 50 crianças a plantar árvores neste dia foi a forma que a Autarquia encontrou de mostrar aos mais jovens a necessidade de preservar o meio ambiente, uma preocupação constante para este executivo, que tudo vai continuar a fazer no sentido de maximizar a reflorestação.»

Aqui, a autarquia Mangualdense, foi incapaz de movimentar um ou dois jardineiros para preservar aquele espaço. E para isso bastava apenas que as árvores fossem regadas.

10 comentários:

TSFM disse...

É triste...

sattelite disse...

Infelizmente esta notícia não me surpreende, está ao nível de todas as outras "obras" de SM e companhia...

mocho disse...

para esta autarquia tudo , se resume a "campanha eleitoral permanente" e manutenção no poder. Aliás eu já avisado para isso. Pelos vistos agora está pior.

N'linha disse...

Soa-me muito bem-Parque dos Poetas...pena.

Crónicas de Ariana disse...

Encontro-me sem palavras, apesar de cada vez mais concordar com comentários anteriores: o que se pode esperar de campanhas eleitorais?

GreenSky disse...

Deve ser para evitar os encendios...

Alex disse...

Tem que se instituir o dia da rega para evitar futuras situações como esta se repitam.

mocho disse...

Dia da rega.. concordo. Atão se for com umas crianças a acompanhar, os jornais a tirar fotografias o Presidente de Mangueira na mão.. está tudo resolvido

ferreira disse...

gostava de saber qual é a opinião do sr. eng agnelo àcerca deste tópico, sinceramente gostava.

al cardoso disse...

Ja nao chegam os incendios, agora ate deixam secar as poucas arvores que se vao plantando.
E so para a fotografia.

Um abraco e bom fim de semana.