07 fevereiro 2008

Quem fala não são os pais...nem as crianças...

À falta de matéria para crítica, vêem-se na necessidade de recorrer a estes expedientes: EH,eh,eh,eh,eh,eh,... o rei vai nu!!!!!

Ora aqui está o tal "parque infantil perigoso" que algumas crianças de Santa Luzia em Mangualde frequentam. E tudo por causa de "o responsável da câmara situar-se do outro lado da câmara" !!!
Então, aqui fica o tal atentado à segurança infantil, devidamente sonorizado, para completa percepção da dimensão do problema!

A SIC tentou obter um esclarecimento por parte da Câmara municipal, mas por indisponibilidade de agenda, tal não foi possível.

Mas já agora, não existe um Vereador que quando veio a TVI a Mangualde, disse que falava a toda a gente... que estava disponível!?
Estranho, esta não foi o PS de Mangualde a promover, estranho, muito estranho!

4 comentários:

Anónimo disse...

esse tal vereador tem agenda muita cheia!!!! (de que)

as-nunes disse...

É assim meu amigo.
A comunicação social no puzle do jogo de influências do poder político e económico.
Um abraço
António

omocho disse...

o pcp ??? o pcp????
ai jesus lá se vai a santa aliança
E a sic a televisão do balsemão.. como é????
Estou embasbacado

Ricardo Aljustrel disse...

Tive conhecimento que os senhores da INSPECÇÃO /SINDICÂNCIA têm andado a trabalhar na Escola Secundária Felismina Alcântara de Mangualde.

Estranho por isso o silêncio ou a falta de informação sobre este caso pouco normal, visto ser numa Escola!

Será que estão a ser INSPECCIONADAS as compras feitas na Escola?

Quem é o responsável por essas compras?

Quem é que responde pelos assuntos da Escola?

Quem é o Presidente do Conselho executivo da Escola?

É verdade ou não que Eng. Agnelo Figueiredo sabe da comprar de material informático para a Escola Secundária Felismina Alcântara de Mangualde na empresa “Designel”?

É verdade ou não que essa mesma empresa “Designel” vende material para CMM sendo o Eng., Vereador da Autarquia?

Porquê essa empresa e não outras?

Penso que seria importante sabermos se é verdade e se for verdade se esta situação respeita ou não a lei. Aguardamos resposta.